China ameaça suspender importação de congelados em caso de positivo para coronavírus

China ameaça suspender importação de congelados em caso de positivo para coronavírus

A alfândega chinesa informou que suspenderá as importações das empresas por uma semana se os produtos alimentícios congelados forem positivos para coronavírus pela primeira ou segunda vez.

“Se os produtos congelados forem positivos para coronavírus pela terceira vez ou mais, as importações do produtor serão suspensas por quatro semanas”, disse a Administração Geral das Alfândegas da China em um comunicado em seu site.

Pequim já reforçou os controles sobre as cargas de alimentos congelados importados e proibiu as importações de algumas fábricas de processamento de carne estrangeiras, com a pandemia do coronavírus atingindo o setor global de alimentos.

Os movimentos comerciais ocorreram depois que as autoridades chinesas encontraram vestígios do novo coronavírus nas seções de carnes e frutos do mar do Xinfadi, um grande mercado atacadista de alimentos em Pequim, após um surto em junho.

As importações das empresas em questão seriam retomadas automaticamente após o término da suspensão, de acordo com o extrato aduaneiro, que entrou em vigor na última sexta-feira (11).

Fonte: Reuters / Foto: divulgação

Leia também:

China detecta vestígios de coronavírus em frangos importados do Brasil