Governo Federal assina contratos de terminais leiloados no Porto de Santos

Governo Federal assina contratos de terminais leiloados no Porto de Santos

Ministro da Infraestrutura também realizou visitas técnicas nos terminais da região portuária

O Ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, assinou nesta segunda-feira (16) os contratos de arrendamentos de dois terminais de celulose, no Porto de Santos (SP), leiloados em agosto deste ano e vencidos pelo consórcio Eldorado Brasil Celulose e Bracell Celulose.

Segundo o Ministério da Infraestrutura, as duas empresas administrarão as áreas dos terminais STS14 e STS14A por um período de 25 anos. As áreas devem garantir R$ 420 milhões em investimento privado e R$ 505 milhões de arrecadação para o porto.

“Esses dois contratos são muito especiais, porque são frutos de um leilão feito em agosto. Foi o primeiro leilão que fizemos após o início da Covid-19. O que estamos celebrando é a confiança no Brasil”, ressaltou o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, ao participar da cerimônia, em Santos.

A previsão mínima de investimentos nos futuros terminais é de R$ 380 milhões. São obras de melhoria de acessos terrestres, ferroviários e aquaviários que contribuirão para reforçar a produção brasileira de celulose. De acordo com informações divulgadas pelo Ministério da Infraestrutura, o Brasil é hoje o maior exportador de celulose do mundo.

O ministro também cumpriu agenda na Santos Port Authority (SPA) e visitou o Terminal Integrador Portuário Luiz Antonio Mesquita (Tiplam), da VLI, onde inaugurou em parceria com a Tereos, dois armazéns de açúcar no valor de R$ 205 milhões, a última etapa de um investimento de mais de R$ 3 bilhões. Conheceu também as instalações de celulose do terminal DP World, que investiu R$ 700 milhões na unidade, e as obras do Terminal Exportador de Santos (TES), que está desembolsando R$ 395 milhões na expansão da oferta.

Porto de Santos

O Porto de Santos é o maior complexo portuário da América Latina e responde pela movimentação de cerca de 30% das trocas comerciais brasileiras. Administrado pela Santos Port Authority (SPA), vinculada ao Ministério da Infraestrutura, o Porto de Santos está localizado a cerca de 70 quilômetros da região mais industrializada do Hemisfério Sul e também do maior mercado consumidor e produtor da América Latina, a Grande São Paulo.

*Com informações do MInfra