Síndrome associada à Covid-19 em crianças tem três mortes e 71 casos no Brasil

Síndrome associada à Covid-19 em crianças tem três mortes e 71 casos no Brasil

Síndrome foi diagnosticada após a infecção por coronavírus; Sociedade Brasileira de Pediatria faz alerta

A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) divulgou um alerta sobre a notificação de casos de uma nova síndrome inflamatória registrada em crianças em adolescentes, em vários países do mundo. A doença pode ter relação com a Covid-19.

No Brasil, o Ministério da Saúde confirmou 71 casos e três mortes até julho. Os casos foram notificados em quatro estados: no Ceará (29), Pará (18), Piauí (2) e Rio de Janeiro (22), onde ocorreram os três óbitos. Países como Espanha, França, Itália, Canadá e Estados Unidos também identificaram casos em crianças e adolescentes. No mundo, há relatos de mais de 300 casos.

Segundo o Ministério da Saúde, a maioria dos casos já relatados apresentou exames laboratoriais que indicaram infecção atual ou recente pela Covid-19, mas a relação definitiva da síndrome com o coronavírus ainda não está comprovada.

A síndrome inflamatória multissistêmica pediátrica (SIM-P) ocorre em dias a semanas após a infecção por Covid-19 e é caracterizada por febre alta e persistente em crianças e adolescentes até 19 anos, lesões de pele nas extremidades, lesões na boca.

Sintomas

Além da febre elevada e persistente, o paciente pode apresentar pelo menos dois dos seguintes sintomas ou sinais:

  • Conjuntivite;
  • Sinais de inflamação na boca, mãos ou pés;
  • Hipotensão arterial ou choque;
  • Manifestações de disfunção miocárdica, pericardite, valvulite ou anormalidades coronarianas;
  • Manifestações gastrointestinais agudas;

Fonte: G1

Acesse aqui o documento divulgado pela Sociedade Brasileira de Pediatria.